Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




skin-healthy-food.jpeg

Ontem depois do trabalho tive umas voltas a dar e acabei por ter de jantar no centro comercial porque ainda tinha de ir ao supermercado. Eu queria comer alguma coisa saudável, mas depois de muito procurar cheguei à conclusão que não seria possível. Não existe um único restaurante com uma opção saudável. É uma vergonha. A melhor coisa que consegui arranjar foi um prego no bolo do caco e uma sopa. Eu perguntei de que era a sopa e disseram-me de legumes. Fiquei toda contente porque ao menos não era tudo mau, só que quando fui meter a colher na sopa,  a sopa era realmente de legumes ... com massa e carne de porco fumada!

Eu pergunto-me, será que ninguém quer essa alternativa saudável? Será possível que o que conta para a maioria das pessoas é mesmo o preço?

 

No supermercado vejo exactamente o mesmo. Aqui na Madeira as prateleiras dos supermercados estão carregadas de produtos de marca branca do supermecado. É-nos impinjido à má cara e nós compramos ou porque é mais barato ou pior ainda, porque não existe outra alternativa. Quem lê rótulos sabe que a maioria dos produtos da marca do supermercado estão carregados de conservantes e açúcar. As embalagens de frutos secos ao natural, se formos ver a lista de ingredientes levam conservantes e sulfitos. E infelizmente não são só as marcas branca. Produtos biológicos - ovos, leite ou iogurtes? O Continente não tem, nunca.

 

No outro dia a minha mãe foi ao supermercado comprar frango e perguntou se não havia frango do campo, porque aqueles frangos eram muito pequenos, ao que o senhor do talho disse: "Pequenos? Estes frangos têm  entre 3 a 4 semanas" - sim isso mesmo, cria-se um frango num mês!

 

Eu gostava de puder culpar o supermercado mas a verdade é que a culpa é nossa. Nós consumidores compramos aquelas porcarias que eles nos dão como opção. Nós é que temos que ser mais exigentes em vez de nos sujeitarmos a produtos sem qualidade e carregados de açúcar, sal hormonas e conservantes.

 

Eu não me considero extremista, paranóica ou hippie (eu sei as piadinhas que já ouvi), aliás, eu como de tudo, mas quando como um bolo ou uma bolacha, sei o que estou a comer. Estou a consumir açúcar por opção e de forma consciente e moderada, mas isso não quer dizer que queira que todos os produtos que compro contenham açúcares e porcarias disfarçadas. Quero ter opção de escolha.

As empresas não produzem aquilo que nós não consumimos por isso cabe-nos a nós dizer que não.

signature1.jpg

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Diclosure Policy




Me

image(4).jpeg


Select Language


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook


Instagram- @palpitesetal


Places i've been


My moodboard



Follow on Bloglovin

Top blogs de receitas