Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E já que estamos todas com vontade de ser mais saudáveis fui buscar ajuda! Hoje temos no blog uma entrevista com a Dietista Nádia Brazão, autora do blog Nutrição em blogue e Dietista no Plano D, para nos ajudar a tirar algumas dúvidas. Tive que dividir em 2 posts porque não cabia tudo num só,

 

A maior parte das pessoas quando pensa em consultas com dietistas/nutricionistas pensa em pessoas que pretendem emagrecer, mas nem sempre é este o caso. O que pretendem as pessoas que a procuram e o que podemos esperar numa primeira consulta?

A maior motivação das pessoas que chegam à minha consulta é sem dúvida: emagrecer, mas cada vez mais emagrecer deixa de ser apenas por questões meramente estéticas, passando muito mais por questões de saúde: colesterol elevado, hipertensão, diabetes, problemas intestinais, refluxo gastrico, e afins e afins. 

Ah e cada vez mais tenho pacientes que querem aumentar peso, maioritariamente homens e jovens!

Mais que tudo as pessoas procuram-me porque se querem sentir melhor e aprender novas estratégias para mudar os hábitos de vida.

A primeira consulta é um momento muito importante no processo terapeutico, é quando conheço um pouco melhor a “pessoa” que está à minha frente, as suas motivações, as suas principais preocupações e claro o seu historial clinico. Na mesma consulta definimos metas e objectivos, e “negociamos” o plano alimentar.

 

Quais os erros alimentares mais comuns que lhe chegam às consultas? 

Os mais comuns são fáceis de identificar: horários desregrados com muitas horas de jejum, ausência de pequeno-almoço, jantares muito “pesados”, falta de água e de exercício, demasiada fruta, e claro, excesso de calorias das mais diversas formas: bolos, bolachas, chocolates, ponchas e afins.

A causa destes erros deve-se em grande parte a muitas vezes nos esquecermos que somos “seres biológicos” e não apenas “seres sociais”. A nossa identidade passou a ser a nossa profissão… e esquecemo-nos que temos várias necessidades físicas a cumprir, tal como comer, dormir, relaxar, estar com amigos, rir e tantas outras coisas boas.

 

O pequeno almoço é mesmo a refeição mais importante do dia? O que é que não pode faltar num bom pequeno-almoço?

O pequeno-almoço é muito importante. É fundamental quebrarmos bem cedo o jejum da noite, e rapidamente activarmos o nosso metabolismo. Existem mesmo estudos que identificam o  pequeno-almoço como factor isolado na causa para aumento de peso, sendo que quem não toma pequeno-almoço, tendencialmente terá excesso de peso.

Para mim é muito importante, mas não a mais importante … para a saúde no geral, o controlo do peso depende de uma série de factores.

Num bom pequeno-almoço não pode faltar:

 

        - uma fonte de proteina: bebida de soja, leite, iogurtes

 

        - um hidrato de carbono complexo: pão ou cereais integrais.

 

        - gorduras essenciais que podemos ir buscar por exemplo às sementes ou frutos secos.

 

        - uma peça de fruta.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Diclosure Policy



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Sofia Santos a 11.02.2014 às 11:20

Acho que vou mesmo marcar uma consulta de nutrição para ver o que podem fazer por mim. O meu problema é que nunca sei o que comer.
Sem imagem de perfil

De daniiva a 11.02.2014 às 11:22

Muito bom :)

Comentar post



Me

image(4).jpeg


Select Language


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook


Instagram- @palpitesetal


Places i've been


My moodboard



Follow on Bloglovin

Top blogs de receitas